Os clientes perguntam com frequência: “O meu produto pode ter uma função de segurança? Quais normas ou diretrizes podem ser aplicadas neste caso?” As normas e diretrizes mais importantes hoje são SIL (Safety Integrity Level) e PL (Performance Level).

Estas diretrizes vêm das normas IEC 61508/IEC 61511 e DIN EN ISO 13849-1. Elas especificam sob quais circunstâncias os sistemas ainda devem desempenhar sua função (sem falha). Um índice importante da função de segurança é a probabilidade de falha. Essa probabilidade, abreviação “PF”, é a probabilidade de um mau funcionamento ou falha do sistema.

A taxa de falha “λ” é uma variável que determina a confiabilidade dos produtos. Ela indica quantos instrumentos falham em média dentro de um certo tempo, indicado na unidade “falhas no tempo”. No caso de uma taxa de falha consistente, este inverso corresponde à média de vida útil MTTF (Mean Time To Failure / Tempo Médio de Falha). No caso de um produto reparável, isso corresponde ao tempo médio entre falhas (MTBF – Mean Time Between Failure).

A unidade para a taxa de falha é o chamado FIT (Failure In Time) – é indicado o número de falhas por 109 horas.

Exemplo: Se um sistema permanecer intacto com uma taxa de falha média constante de 100 horas, a taxa de falha calculada é: λ = 1 / 100h = 1*10-2 h.

No entanto, a taxa de falha não pode ser obtida a partir de um único instrumento ou sistema. Ela é estimada a partir de observações de um grande número de instrumentos / sistemas idênticos.

A taxa de falha também depende de influências ambientais do local que o sistema opera (vibrações, flutuação de temperatura, umidade, exposição à luz solar, etc.). Um grande número desses fatores são testados enquanto transmissores de segurança crítica são desenvolvidos em nossos laboratórios, ex. com testes de envelhecimento.

Olhando para um único instrumento ou sistema, vemos uma taxa de falha crescente devido ao envelhecimento, por exemplo, devido ao desgaste mecânico, à decomposição química dos materiais, à degradação do isolamento em plantas elétricas ou à influência da radiação UV (“problemas relacionados ao tempo de serviço”). Um aumento da taxa de falha também é causada por manutenção irregular.

SIL – Safety integrity level

SIL – Safety integrity level

O sensor de pressão intrinsecamente seguro IS-20 atende aos requisitos do nível de integração de segurança SIL 2. Este nível tem um tempo médio para falha de ≥ 1 x 10-3 to < 1 x 10-2 h de acordo com a tabela de referência estabelecida a seguir ( trecho da IEC / EN 61508). 

 

PL – Performance Level

PL – Performance Level

O nível de desempenho do transmissor de pressão S-20 corresponde à classificação “PL b”. O nível de desempenho (PL) indica a probabilidade média de um erro perigoso por hora. A classificação da seguinte tabela de referência aplica-se a este (excerto da EN / IEC 62061):



Deixe uma resposta