Unidades internacionais de pressão

Você já deve ter se perguntado por que existem tantas unidades de pressão diferentes em todo o mundo: Quando elas são usadas e quais unidades são usadas com mais frequência e onde?

Estas perguntas podem ser facilmente respondidas: o SI para grandeza física “pressão” estabelecida há muitos anos (e em muitos países previstos pela Lei) é a “Pascal (Pa)”. No entanto, na medição de pressão, o Pascal é pouco utilizado, e geralmente (o também permitido) “bar” é usado.

O que é bastante compreensível, dado o fato de que para a maioria das aplicações técnicas 1 Pascal é muito pequeno para uso prático. Exemplo: Uma rede de água doméstica normal é operada a 400.000 – 600.000 Pa (4 – 6 bar). Isto significa que, mesmo em pressões relativamente baixas, os “números” já tornam-se bem extensos e difíceis de controlar.

É por isso que na Europa Ocidental o bar, compatível com o SI, é a unidade mais utilizada. Em contrapartida, na Austrália e na China as unidades “kilo-Pascal (kPa)” e “mega-Pascal (MPa)” se estabeleceram. Na América do Norte, a unidade de pressão preferida é “psi (libra por polegada quadrada)”.

Em muitos países asiáticos, como a Índia e a Coréia, a unidade “quilograma por centímetro quadrado (kg/cm²)” é encontrada com bastante frequência.

Já no Brasil temos uma grande demanda em utilizar a unidade kgf/cm².

Para fazer uso dos sensores de pressão WIKA da maneira mais simples possível em muitas regiões e estar norteado pelos costumes e preferências dos usuários locais, os sensores de pressão WIKA são normalmente oferecidos em quase todas as unidades de costume internacional.

Leia também:



Deixe uma resposta