O instituto alemão de padronização (Deutsches Institut für Normung) abriu novo território: A DIN 16001 é a primeira norma mundial que trata exclusivamente de manômetros para aplicações de alta pressão. De acordo com os critérios descritos nela, a WIKA é a pioneira dos fabricantes, lançando dois novos instrumentos de medição deste tipo, os modelos PG23HP-P e PG23HP-S.

A segurança é um fator importante nos processos, particularmente para as faixas de alta pressão. Os manômetros para alta pressão, em especial, devem suportar cargas pesadas para resistir a situações críticas. No entanto, até o momento, não existia nenhum padrão apropriado para os fabricantes, compradores ou usuários a seguir. Isto porque o único padrão para instrumentos mecânicos de medição de pressão até agora, o EN 837-1, é válido somente para pressões até 1.600 bar.

O novo manômetro para alta pressão PG23HP-P já foi construído e qualificado de acordo com a norma DIN 16001. A marca de limite triangular, na imagem ampliada, indica o valor máximo do limite de pressão contínua.

Disposições mais importantes para os manômetros para aplicações de alta pressão

Até a publicação da DIN 16001, todos os fabricantes poderiam construir seus manômetros para alta pressão como desejassem e comercializá-los sem restrições. A nova norma, iniciada por empresas como a WIKA, agora proporciona transparência. Baseia-se fortemente na EN 837-1, definindo, no entanto, critérios específicos para medidores de alta pressão. Veja abaixo algumas das disposições mais importantes da nova norma:

  • A DIN 16001 é válida para instrumentos de medição com escalas variando de > 1.600 bar até 10.000 bar (dimensões nominais 100 e 160).
  • Todos os manômetros para alta pressão construídos de acordo a DIN 16001 também devem ser fabricados e qualificados, sem exceção, para a categoria de segurança “S3”. Isso requer uma caixa com vidro de segurança laminado, uma parede defletora sólida (frente sólida) entre o sistema de medição e o mostrador e uma tampa traseira removível. Com isso, em caso de falha, o operador fica protegido na parte frontal, pois o meio ou componentes só podem ser ejetados através da parte traseira da caixa.
  • A limitação da pressão contínua dos manômetros de alta pressão, de acordo com a DIN 16001, é de 75% do valor da escala total. Por curtos períodos, os instrumentos podem ser carregados para o valor total da escala. O instrumento não deve ser exposto a qualquer pressão que exceda o valor da escala total.

O modelo PG23HP-P possui escalas de até 6.000 bar e uma alta exatidão de indicação de até 0,6%. Sua estabilidade do ciclo de carga ultrapassa de longe os requisitos mínimos da norma (10.000 ciclos de carga à pressões de até 5.000 bar, 5.000 ciclos de carga à pressões de 5.000 bar até 10.000 bar). O modelo PG23HP-S está disponível com escalas de até 3.000 bar e uma classe de exatidão de 1,6%. Este foi projetado principalmente para aplicações de baixo custo.

Nota
Mais informações sobre os modelos PG23HP-P e PG23HP-S podem ser encontradas no site da WIKA. Informações adicionais sobre DIN 16001 podem ser encontradas no site do instituto alemão de normas (Deutsches Institut für Normung – DIN).



Deixe uma resposta